Segurança nega ter se identificado como policial e autorizado abertura de casa noturna

0

Após ser conduzido à delegacia, foi liberado logo que chegou, sem responder por crime algum.

Um dos seguranças da casa noturna Paradise Danceteria, fechada no último sábado (14) pela Polícia Militar por falta de alvará, negou ao Click Camboriú ter se passado por policial P2 e autorizado a abertura do local.

G.F.M. disse à reportagem que já trabalhou como agente prisional e que trabalha como segurança há bastante tempo. No momento em que foi abordado pela PM estava fazendo o serviço de segurança junto a outro policial militar, e afirmou com veemência que não liberou  alvará algum, e sequer se identificou como policial.

Ele alega ser amigo de muitos policiais, e que teria sido abordado por um sargento, junto a seu colega que é policial, por motivos pessoais.

Após ser conduzido à delegacia, foi liberado logo que chegou, sem responder por crime algum, pois o delegado entendeu que spray de pimenta e arma de ar comprimido não se adequam a qualquer tipo penal, uma vez que o estatuto do desarmamento restringe apenas o porte de arma de fogo.

A danceteria também negou a falta de alvará, apresentando os alvarás de licença, sanitário, da Polícia Civil e o atestado de vistoria do Corpo de Bombeiros, todos em dia.

Fonte;clickcamboriu

Share.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: