Pedágio Solidário 2018 da Casa de Apoio vai beneficiar mais de 60 crianças e adolescentes em tratamento

0

Evento ocorre no dia 3 de maio, a partir das 8h nas principais sinaleiras de Blumenau (SC). Valor arrecadado será investido na aquisição de órteses e cadeiras de rodas adaptadas, além de contribuir com as necessidades das famílias assistidas pelo projeto

Fisioterapia, psicologia, assistência social, fonoaudiologia, aulas de música e reforço escolar fazem parte da rotina de atendimento da Casa de Apoio. A entidade de Blumenau (SC) completa 15 anos em abril e atende gratuitamente 68 crianças e adolescentes com câncer, mielomeningocele, paralisia cerebral e síndromes raras. Além das ações direcionadas a eles, há ainda diversas atividades voltadas às famílias, como grupos de convivência e enfrentamento do diagnóstico, bem como apoio na busca por tratamento. Ao todo são mais de 340 pessoas assistidas pela ONG.

E para continuar prestando os serviços à comunidade, a instituição realiza no dia 3 de março o Pedágio Solidário 2018. O evento acontece das 8h às 13h nas principais sinaleiras de Blumenau. Todo o valor arrecadado será revertido para ações que priorizem o bem-estar dos pacientes e suas famílias.

“Nosso objetivo é conseguir adquirir cadeiras de rodas adaptadas, que irão dar mais mobilidade e conforto às crianças, assim como órteses, que precisam ser substituídas a cada dois anos, de acordo com o crescimento delas. Além disso, estes valores irão nos ajudar a manter o atendimento às famílias e a própria manutenção da entidade”, explica a assistente social da Casa de Apoio, Adriane Rocha Backes Junqueira Ruoff.

Prestação de contas de 2017
No ano passado, o Pedágio Solidário da Casa de Apoio arrecadou R$ 52.900,24. A principal aquisição foi o Pediasuit, aparelho de fisioterapia intensiva. Com ele, o tratamento das crianças com paralisia se torna muito mais eficaz: proporciona em 30 dias o resultado alcançado com a fisioterapia normal em seis meses.

Atualmente 34 crianças são assistidas através do equipamento. Elas ganham mais mobilidade nas articulações e fortalecimento nos músculos, acarretando em maior desenvolvimento motor.

Como ajudar?
Além de contribuir com doações quando passar pelas sinaleiras, os blumenauenses também podem atuar como voluntários durante o pedágio. Para participar, basta entrar em contato com a instituição através do telefone (47) 3035-3349.

A entidade conta ainda com um brechó que está aberto de segunda à sexta-feira, das 8h30min às 17h. É possível fazer também doações de materiais como leite e fraldas, ou em dinheiro, através de depósito na conta corrente disponibilizada no site da ONG, e valores mensais através da conta de luz (basta autorizar a cobrança na Celesc).

Para as empresas, existe também o programa Liga dos Super-Heróis, em que os negócios contribuem com valores mensais e recebem um selo da entidade, que pode ser utilizado em divulgações da marca.

Share.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: