Inadimplência sobe 3,24%, em Blumenau

0

Calculado pelo Projeto de Extensão Cidadania Financeira no Vale do Itajaí da FURB com base nos dados do SPC, serviço oferecido CDL Blumenau, o índice de inadimplência de Blumenau apresentou um aumento de 3,24% em novembro, em relação ao mês de outubro. No mesmo período do ano anterior, a inadimplência foi de 0,43%. Depois de quatro quedas consecutivas, este é o quinto aumento do ano.

 

Para o economista e professor da FURB, Bruno Thiago Tomio, uma razão para este aumento é que, ao mesmo tempo em que pessoas usaram o recurso das contas inativas de FGTS para pagar dívidas, algumas também tiveram uma ilusão de um orçamento maior e acabaram fazendo dívidas que não conseguiriam honrar no futuro.

 

Este aumento no endividamento impacta diretamente o comércio. “Essa alta acabou gerando um aumento de dois milhões nas dívidas dos consumidores com o comércio blumenauense, aumentando o valor total negativado no município para R$ 76,3 milhões”, explica Tomio. Em outubro, este montante era de R$ 74,1 milhões.

 

De acordo com o levantamento, em novembro, a dívida média por pessoa negativada na cidade era de R$ 1.937. Da mesma forma, em média, havia dois registros por pessoa, com cada um no valor de R$ 1.001.

Para o presidente da CDL Blumenau, a expectativa é que esse cenário melhore no próximo mês por dois motivos principais. Um deles é pela chegada do 13º salário, que, incluindo as duas parcelas, representa cerca de R$ 359 milhões no bolso dos blumenauenses. O outro indicador é pelos bons resultados do Feirão Limpe Seu Nome, realizado de 5 a 9 de dezembro, na CDL.

 

“No Feirão foram realizados 1.072 atendimentos. Somando o valor das dívidas das pessoas que procuraram atendimento, temos mais de um milhão de reais. E deste total, as empresas participantes do Feirão conseguiram recuperar R$ 450.347,25, ou seja, 39,5% do valor devido pelos consumidores”, explica Roncaglio.

Share.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: