Grêmio perde e está eliminado na Primeira Liga

0

Uma semana depois, o Grêmio novamente foi derrotado pelo Cruzeiro no Mineirão.
Os reservas conseguiram segurar um empate até os 44 minutos do segundo tempo, até Raniel e De Arrascaeta aproveitarem a desatenção do sistema defensivo gremista. Em dois cruzamentos, os mineiros fizeram 2 a 0 e eliminaram os gaúchos pela segunda vez em agosto.

Com apenas Leonardo, Rafael Thyere, Bruno Rodrigo, Kaio, Léo e Beto da Silva do time reserva, o Grêmio entrou em campo mais preocupado em tentar evitar as investidas do Cruzeiro. Com tanto campo para explorar, os donos da casa ameaçaram muito nas chegadas pelos lados do campo. Principalmente com o lateral Bryan, que combinava com De Arrascaeta e Robinho em jogadas pela esquerda.

O Grêmio teve apenas uma chance no primeiro tempo. Aos 10 minutos, Patrick recebeu a bola no lado e foi driblando marcadores até a entrada da área. O meia-atacante arriscou um chute rasteiro, facilmente defendido pelo goleiro Rafael no canto.

Com um quarteto ofensivo formado por Robinho, De Arrascaeta, Rafael Sóbis e Raniel, o Cruzeiro poderia ter aberto o placar em três oportunidades se não fosse por grandes intervenções de Léo.

Na primeira, aos 21 minutos, Lucas Silva recebeu cruzamento de Bryan subiu entre os zagueiro do Grêmio e cabeceou com força. O goleiro conseguiu salvar em cima da linha.

As outras duas oportunidades vieram em sequência. Lennon foi à linha de fundo e se enroscou com Conrado. Na tentativa de ajudar, Patrick chutou a bola em cima do lateral gremista e Sóbis cruzou para Arrascaeta. O uruguaio parou em Léo no primeiro chute e desperdiçou, com o goleiro do Grêmio caído, a chance de marcar no rebote.

O Cruzeiro ainda reclamou de um pênalti em Robinho, que foi desarmado por Leonardo aos 39, mas não teve forças para superar o sistema defensivo do Grêmio no primeiro tempo.

O técnico Felipe Endres fez uma mudança para a segunda etapa. Dionathã entrou no lugar de Esperon. Um atacante na vaga do volante argentino, na esperança de ameaçar nos contra-ataques. Mas quem continuou melhor foi o Cruzeiro. De Arrascaeta quase acertou o ângulo de Léo em cobrança de falta.

Dionathã, aos 6, recebeu na entrada da área e arriscou o chute. Rafael fez a defesa. Raniel, respondeu dois minutos depois, O centroavante do Cruzeiro foi trombando com os zagueiros do Grêmio, pisou na bola e perdeu a chance de chutar para o gol.

Sóbis, em chute cruzado, forçou o goleiro Léo a fazer outra grande defesa. Raniel se atirou em um carrinho, mas não conseguiu alcançar o rebote.

O Cruzeiro apostou em Sassá e Alisson para tentar chegar ao primeiro gol. Os donos da casa seguiram pressionando, principalmente pelo lado direito, mas sem sucesso. De Arrascaeta fez um cruzamento perigoso e Bruno Rodrigo apareceu bem para evitar o gol. Em seu primeiro toque na bola, Sassá chutou cruzado e Léo defendeu, com 27 minutos.

O Grêmio apostava na velocidade de Dionathã para sair no contra-ataque, mas as investidas produziam pouco resultado. Em cobranças de faltas, Machado não encontro nenhum companheiro em condições de finalizar ao gol de Rafael.

Robinho desperdiçou a principal chance do Cruzeiro no segundo tempo. Com 40 minutos, o meia recebeu na entrada da área, olhou a posição de Léo e tentou acertar o canto. Mas apesar tanto capricho, acabou acertando as placas de publicidade. Jean Pyerre também teve sua chance, mas o seu chute foi passou por cima do travessão.

Quando parecia que o jogo novamente seria decidido nos pênaltis, Raniel marcou um belo gol de puxeta aos 44. De Arrascaeta também fez o seu, três minutos depois, após dividir com Bruno Rodrigo um cruzamento. Mais uma vez o Cruzeiro foi o algoz do Grêmio.

Fonte: RÁDIO BELOS MONTES

Share.

About Author

Leave A Reply