Foco, concentração e equilíbrio: Chape busca vitória contra o Atlético Goianiense

0

Após a heroica classificação para as oitavas de final da Sul-Americana – conquistada nos pênaltis, na última terça-feira, contra o Defensa y Justicia – a Chapecoense voltou o foco para a reta final do turno do Campeonato Brasileiro. Ocupando a 11ª colocação na tabela de classificação, a Chape recebe o Atlético Goianiense, equipe com o pior aproveitamento na competição. Após comandar o treino desta sexta-feira – realizado no CT – o técnico Vinícius Eutrópio falou à imprensa sobre a preparação para o confronto.

Apesar de ter testado inúmeras formações, Eutrópio afirmou que irá manter a base do time. Ele reiterou a dificuldade que espera da partida – mesmo considerando a condição do adversário – e exaltou que equilíbrio e concentração são fundamentais para que a Chapecoense saia vitoriosa. “Acredito que vai ser a partida mais difícil que a gente vai enfrentar, por isso temos que ter muito equilíbrio pra gente não ser surpreendido. Contamos muito com o apoio da torcida e temos que nos entregar ao máximo. Tivemos quatro dias para que pudéssemos descansar e preparar esses jogadores”, afirmou. A respeito dos quatro dias que teve para treinar a equipe – condição atípica para a Chapecoense, que enfrenta grandes sequências de jogos e viagens – Vinícius elogiou o elenco. “É um grupo privilegiado em termos de compreensão. mudança de trabalho, pouco tempo para trabalhar (…) eles absorvem com facilidade todas as informações por um simples motivo: Eles compram a ideia”.

Além do Atlético Goianiense, a Chape enfrenta, na rodada do meio de semana, a equipe do Bahia. Ambos os jogos são considerados diretos por conta das pretensões da equipe alviverde no Brasileirão e, por isso, Eutrópio ressalta a importância dos resultados positivos para que o time possa ter tranquilidade no restante da competição. “A gente trabalha foco, concentração, equilíbrio e o jogo a jogo. No final disso a gente vê o maior número de pontos que a gente pode somar para dar maior tranquilidade e buscar objetivos até mais ousados”.

Questionado sobre o retorno de Alan Ruschel aos gramados – que irá acontecer no amistoso contra o Barcelona, no dia 07 de agosto – Eutrópio afirmou que é fundamental que as decisões que envolvem o atleta sejam tomadas em conjunto e de forma coerente, de modo a garantir que não sejam puladas etapas no processo de recuperação, permitindo que ele volte a atuar com bom rendimento e produtividade. Além do mais, o técnico concordou que a partida contra a equipe espanhola é o cenário ideal para a retomada. “Esse amistoso contra o Barcelona é pra valorizar a vida. E nada melhor do que valorizar a vida do que numa grande estreia, num retorno de um jogador e de um ser humano como ele. (…) Ele vai ser privilegiado como poucos jogadores na história do futebol mundial foram”, pontuou.
Texto: Alessandra Seidel | Foto: Sirli Freitas

Fonte: ASSOCIAÇÃO CHAPECOENSE

Share.

Comments are closed.