Blumenau tem novo aliado contra o crime organizado

0
Em fase piloto na Polícia Militar da cidade, software auxilia no trabalho de inteligência ena prevenção contra a criminalidade.
A segurança pública é um tema prioritário para a população, com dados alarmantes sendo divulgados diariamente. Segundo o Anuário de Segurança Pública, em 2017, foram registradas 63.880 mortes violentas intencionais, um crescimento de 2,9% em relação ao ano anterior. Na lista dos 20 países mais violentos do mundo, o Brasil ocupa cinco posições, o que reflete o estado atual em que o país se encontra.Em Blumenau, segundo as estatísticas de violência armazenadas pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), entre 2013 e novembro de 2017, os números mostram que os crimes cresceram dez vezes mais que a população. Não à toa, durante as eleições do último ano, 70% dos governantes se comprometeram em investir na área de inteligência na segurança pública. E em Blumenau, isso já é realidade.A empresa Portais Públicos lançou um software inédito no Brasil, o G-Seg. Que atua como uma plataforma de inteligência voltada para os ambientes de segurança pública. O sistema cruza em tempo real os dados georreferenciados e as informações, otimizando os processos de investigações. O software faz a conexão das informações registradas, por exemplo, quem está relacionado a qual fato ou ocorrência. Relata ainda quantas vezes um indivíduo já passou pelo sistema, quais os principais locais de atuação e quais outros indivíduos já atuaram em conjunto.Projeto piloto em BlumenauOs policiais militares do 10º Batalhão de Polícia Militar de Blumenau, tiveram a oportunidade de conhecer e trabalhar com o sistema G-Seg. Há um ano o sistema vem sendo executado na cidade em fase de teste, com o intuito de auxiliar o serviço policial militar no controle de informações referentes ao crime organizado. O Coronel Jefferson Schmidt explica que hoje existem facções criminosas atuantes em todas as regiões do Estado e o sistema dispõe de recursos para o mapeamento das ações dos criminosos, dando a oportunidade de rastrear as ações destes indivíduos.“O sistema auxilia no gerenciamento dos dados e informações, fornecendo, por exemplo, o georreferenciamento em tempo real dos indivíduos cadastrados e possivelmente o envolvimento em organização criminosa, exibindo no mapa a sua concentração por região e relacionado-os com as denúncias e ocorrências registradas, contribuindo com medidas pró-ativas para o combate ao crime organizado”, afirma o Coronel.As principais ações do crime organizado em Blumenau hoje são tráfico de entorpecentes, porte ilegal de armas, assalto a banco, latrocínio, lavagem de dinheiro, roubo de cargas e contrabando.O sistema permite mapear as ocorrências registradas em cada região da cidade, possibilitando identificar os indivíduos atuantes relacionados às suas respectivas facções, como também as posições de atuação dentro de cada organização criminosa.O sistema é indicado para a Polícia Militar, Civil e Rodoviária, agências de inteligência, secretarias de segurança pública e guarda municipal. Sobre a Portais PúblicosEmpresa catarinense, com quatro anos de atuação, sediada em Blumenau, e com expansão de seus serviços para todo o Brasil. Se estrutura com o objetivo de criar soluções para o desenvolvimento tecnológico e fomentar a inovação das relações entre o setor público, privado e o cidadão. O objetivo central é o de fortalecer e transformar a presença digital de cada governança. Ao aliar tecnologia e experiência, a Portais Públicos promove soluções, através de softwares de gestão pública, que possibilitam a completa integração em um mercado com mobilidade e interatividade, sempre visando à diminuição de custos operacionais, aumento da receita e à qualidade no atendimento ao cidadão.
Share.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: